Um dia a casa cai

(Por Vanessa Conz)

“A casa, de tão desarrumada, passou a triste.”

(Antônio Maria)

 foto (5)

Uma planta sufocada sobrevivia à falta de espaço no canto da sala. Metade de suas folhas, já seca, confundia-se no chão aos desenhos de um tapete antigo e empoeirado.

Há mais de um mês não se regavam as plantas daquela casa. E não se lustravam os móveis. Não se abriam as janelas.

Objetos abandonados esperavam por alguém que os ouvisse com suas vozes de choro.

Cartas empilhadas imploravam por serem abertas. Havia também as cartas antigas, com frases de desbotados amores, espalhadas pelo chão para serem pisoteadas. Cartas que já deviam ter sido levadas pelo vento estavam ali, presas a infinitos momentos.

A casa acumulava diversos tempos, mas ali se vivia apenas um agora estranho, solitário e triste para quem já vivera os anteriores.

As memórias juntavam-se às contas de luz. Alimentos vencidos fermentavam nos mesmos frascos onde um sol recente mirava seu calor.

A cama de madeira não rangia mais. O travesseiro, cansado de dormir, sonhava com empregadas e fronhas limpas.

Nenhum relógio funcionava, minto – uma torneira pingava e marcava os segundos numa cuba de porcelana.

A vida ali dentro existia, embora imperceptível às paredes externas. Havia cheiro de urina de gato e aranhas muito ocupadas reproduziam-se e teciam seus condomínios.

A vida humana, esta sim havia acabado naquela morada e ainda faria falta às plantas por alguns meses.  Mas nem mesmo as memórias de quem habitou a casa perdurariam.

Não havia herdeiros. A demolição pôs abaixo teias e escritos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s