Dilema

(Por Mariana Marimon)

No dia de um homem, nada tem a importância da mulher

que se deitou com ele.”

(Antônio Maria)

foto mariana mari

Tentei não buscar por entre os lençóis que acobertavam sua despedida o seu perfume suave que me lembravam de flores, de infância, de menina, e que traduziam em notas aveludadas exatamente o que ela queria me dizer.

Tentei não achar seus cabelos negros sobre o travesseiro branco de cetim, sabidamente marcando um território que ela não possuiria. Aqueles cachos que pouco antes se emaranhavam por entre meus dedos – clamando por carícias cruas, quase cruéis – agora se escondiam como memórias por minha cama.

Tentei dormir…

Tentei esquecer o barulho do seu ressonar inundado de sonhos, de paixão e o silêncio do seu despertar transbordando nossas promessas descumpridas.

Tentei fingir que as suas marcas em minhas costas (de unhas e dedos e dentes…) não eram amor, porque não poderiam jamais ser. Ela disse, tantas vezes, que jamais seriam. Aquela pele que me encobria, aqueles braços que me acalentavam, que cada vez que eu ia, me puxavam de volta, para perto – bem perto – como se nada houvesse para impedir aquele encontro tão frágil, tão desfeito, tão fadado a amanhecer. E a cada vez que me tocava com sua boca delicada e voraz, por todos os detalhes do meu corpo que uma boca como aquela deve tocar, encharcada de um ardor juvenil, regrado apenas pelas vontades de ser.

Tentei (e como tentei) não lembrar seu sorriso quando me viu chegar. Seus olhos vendo minhas mais ocultas ambições. Suas mãos enquanto me despia. Não lembrar nada e mais nada dela, nada sobre ela, com ela, por ela. Como se fosse aceitável negar sua presença em minha vida, minha mente, meu corpo de amante. Como se pudéssemos nesse mundo optar por nossas melhores lembranças e escolher os momentos que se enraízam em nosso mais íntimo pensar.

Tentei de tudo e com tanto esforço que adormeci enquanto raiavam as obrigações da manhã que persiste em chegar. Porque no fundo, nada mais importava…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s